Como visitar o monte Roraima, uma maravilha da natureza.

Como visitar o monte Roraima

 

 

 

 

Monte Roraima.

 

Monumento gigantesco da natureza, o monte Roraima é uma montanha localizada na América do Sul, na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana.

Ambiente protegido no território venezuelano pelo Parque Nacional Canaima e no território brasileiro pelo Parque Nacional do Monte Roraima, o seu ponto culminante eleva-se no extremo sul, no estado venezuelano de Bolívar, a 2810 metros de altitude.

 

A história

O monte foi conhecido pelos ocidentais apenas no século XIX, quando foi escalado pela primeira vez em 1884, por uma expedição britânica chefiada por Everard Ferdinand im Thurn.

O monte já serviu de inspiração a sir Arthur Conan Doyle, notório escritor de Sherlock Holmes, no livro denominado O Mundo Perdido (1912).

 

imagem-do-marco-no-topo-do-monte

Fonte: Wikipedia – Marco Brasil-Venezuela

 

 

O local é, desde a década de 80, um dos destinos mais populares para os praticantes de trekking.

Isto se deve ao fato da singularidade do local e às condições relativamente fáceis de acesso e escalada.

 

Melhor trajeto

 

O trajeto mais utilizado é feito pelo lado sul da montanha, através de uma passagem natural à beira de um despenhadeiro.

 

Contudo, é possível realizar escaladas por outros pontos do monte, exigindo bastante técnica dos aventureiros.

 

Se você quer ser mais um a se juntar ao grupo de aventureiros que visitou o monte Roraima, leia as nossas principais dicas para aproveitar ao máximo essa jornada!

 

Planejamento:

Primeiramente, é necessário destacar que, por se tratar de uma caminhada de no mínimo 6 dias, o preparo físico é um fator importante para que você melhor aproveite sua experiência.

 

Além de estar em boa forma, é aconselhável realizar um treinamento específico para essa trek, desenvolvido ao longo de meses de caminha contínua, sempre aumentando o ritmo.

 

Por ser uma montanha, o ar rarefeito da altitude pode deixar seu condicionamento menor. Assim, ter um preparo físico anterior à viagem é recomendado.

Quando ir

Quando ir também é uma questão fundamental. A zona apresenta duas grandes temporadas.

De outubro a abril a região é mais seca e menos fria, o que possibilita uma melhor caminhada.

Contudo, por causa da menor quantidade de chuvas, as cachoeiras que saem da encosta são menores, afetando um pouco a experiência.

Chuva

Já entre maio e setembro o tempo é mais chuvoso e frio.

Esse período é recomendado para pessoas já acostumadas com trekkings, já que demandará um melhor condicionamento ao clima e às condições naturais.

 

imagem-de-barracas-no-pé-do-morro

Fonte: Sertão Expedições

 

O que levar?

O equipamento essencial é oferecido pelas agências, como saco de dormir, barraca, isolante térmico e comida.

É importante salientar que você pode conseguir descontos no pacote se tiver alguns desses equipamentos com você.

Além disso, é essencial levar roupas específicas para trekking, principalmente com isolamento térmico.

Equipamentos

Óculos de sol e boné são importantíssimos para se proteger do sol, principalmente porque você estará próximo do meridiano da Terra – lugar onde o sol é mais forte.

Capa de chuva, garrafa para água, fita silvertape (para emergências e prender equipamento) e lanterna não podem faltar na sua mochila.

Em termos de cuidados pessoais, não se esqueça do protetor solar e labial, kit de primeiros socorros, papel higiênico e repelente.

 

Quanto tempo?

 

Segundo trekkers, o melhor é reservar ao menos duas semanas para este trekking.

Isso levando em conta todo o deslocamento necessário para iniciar o trekking em si.

Primeiramente, você tem que se deslocar até Boa Vista (1 dia), para, posteriormente, atravessar a fronteira e chegar a Santa Elena do Uairén, na Venezuela.

Lá, há uma média de espera de 2 dias para que a agência que você contratou compre os materiais necessários para a jornada e/ou feche o grupo que partirá com você.

Somente aí é que começará o trekking – recomendamos que você opte por 8 dias de caminhada. Além de um ritmo mais lento, dá para aproveitar muito mais o local. Por fim, você precisará de mais um dia para retornar até Rio Branco.

 

 

Que agência escolher?

Existem duas opções recomendadas. A primeira é realizar com a Roraima Adventures (http://www.roraima-brasil.com.br/).

Sendo a única habilitada no Brasil para fazer a trek, a agência oferece um cronograma anual e diferentes opções de pacotes para você poder se programar de fazer sua decisão com calma e segurança.

Em comparação a agências venezuelanas, a Roraima Adventures pode vir a ser até 3 vezes mais cara.

 

Pacote

 

Contudo, ela oferece seguro viagem já incluso no pacote – ele é importante porque, caso ocorra um acidente, o único meio de transporte que consegue acessar o monte Roraima é o helicóptero, com uma taxa de 4 mil reais para tanto.

Obviamente, há sempre a opção de fazer um seguro viagem particular.

Agência na Venezuela

A outra opção é contratar uma agência na Venezuela. Recomendamos a Backpacker-tours (http://www.backpacker-tours.com/).

Além do preço mais barato, recomendamos que você deixe para negociar o pacote na agência – você pode economizar até metade do preço que está sugerido no site.

Entretanto, há uma série de desvantagens de escolher uma agência venezuelana:

-como o número de pessoas (já que eles esperam formar um grupo de, no mínimo, 4 para sair)

-o número de dias (você terá que negociar com o grupo quantos dias a trilha irá durar)

-e espera de até dois dias para prepararem a viagem (que é facilmente contornável pela possibilidade de visitar Gran Sabana,uma área indígena próxima à Santa Elena do Uairén, cheia de belas cachoeiras).

 

Independe das escolhas que você venha a fazer, esperamos que tenha uma ótima viagem com segurança!

 

 

Author: Caminha Gente

Meu nome é Ghaidy, tenho 37 anos e um desejo de conhecer horizontes que jamais imaginei vivenciar. Movida a esse desejo eu e meu esposo Marcio, 43 anos, resolvemos mudar nossas vidas radicalmente e percorrer cidades e conhecer pessoas e com elas aprender coisas novas, vivenciar trocas de experiencias vividas e descobrir um lado do ser humano que por muitos não mais acreditam que exista, o amor ao próximo. Queremos passar para todos que nos seguirem nossas experiencias através de nossos blogs hotelehoteisbaratos.com.br e diário de bordo caminhagente.com.br tudo que sera vivido. Esperamos que junto conosco vocês possam sentir e também caminhar por lugares que pretendemos conhecer. Portanto, Bem vindos e caminhe com a gente .

Share This Post On

Agradecemos a presença volte sempre.

Top
%d blogueiros gostam disto: